fbpx

Plano de Leitura 2021

Clique no botão ao lado para baixar nosso Plano de Leitura Anual pelo Novo Testamento ou acompanhe a leitura do Pão Diário nos links abaixo.

  • Por amor ou dinheiro
    by Bill Crowder on 03/08/2021 at 04:00

    O poeta irlandês Oscar Wilde disse: “Quando eu era jovem, achava que o dinheiro era a coisa mais importante da vida. Hoje, que sou velho, tenho certeza”. Esse comentário foi irônico; uma vez que ele viveu apenas 46 anos, de modo que nunca foi verdadeiramente “velho”. Wilde compreendeu plenamente que a vida não se resume ao dinheiro.

  • Tesouro inestimável
    by Patricia Raybon on 02/08/2021 at 04:00

    A casa do “homem do lixo” fica numa rua íngreme na periferia de Bogotá, Colômbia. Esse lar despretensioso abriga uma biblioteca gratuita de 25 mil exemplares com livros descartados que José Alberto Gutierrez juntou para compartilhar com as crianças pobres em sua comunidade. Elas lotam sua casa durante as “horas da biblioteca” no fim de semana. Rondando pelos cantos repletos de livros, as crianças veem essa casa humilde como um tesouro inestimável.

  • “Lembre-se de mim…”
    by Ney Silva Ladeia on 01/08/2021 at 04:00

    “Jesus, lembre-se de mim quando vier no seu reino”. Você lembra dessa frase? Vou refrescar sua memória: três cruzes, Jesus entre dois ladrões, e um deles vem com essa proposta. Ouso dizer que essa é a maior declaração de fé encontrada na Bíblia!

  • Quem somos
    by Peter Chin on 31/07/2021 at 04:00

    Nunca esquecerei de quando levei minha futura esposa para conhecer minha família. Com um brilho nos olhos, meus dois irmãos mais velhos perguntaram: “O que exatamente você vê nesse cara?”. Ela sorriu e garantiu que, pela graça de Deus, eu me tornara o homem que ela amava.

  • Pronto para restauração
    by Arthur Jackson on 30/07/2021 at 04:00

    Enquanto servia ao exército na Alemanha, comprei um Fusca 1969, novinho em folha, uma beleza! O exterior verde-escuro complementava o interior de couro marrom. Mas, com o passar dos anos, as coisas começaram a acontecer. Um acidente arruinou o estribo lateral e destruiu uma das portas. “Era um candidato perfeito para restauração!” E com mais dinheiro, eu o teria restaurado, mas não o fiz.

  • Tudo por nada
    by Mike Wittmer on 29/07/2021 at 04:00

    O vício em heroína é corrosivo e trágico, pois gera a tolerância, e doses maiores são necessárias para o mesmo efeito. Logo, a dosagem passa a ser letal. Quando os viciados ouvem que alguém morreu de overdose, seu primeiro pensamento pode não ser o medo, mas “Onde posso conseguir isso?”.

  • Labutando para Deus
    by Amy Boucher Pye on 28/07/2021 at 04:00

    Talvez quem cresceu na mesma vila inglesa com William Carey (1761–1834) tenha pensado que ele não faria muito, porém hoje ele é considerado o pai das missões modernas. Nascido de pais tecelões, ele foi professor e sapateiro não muito bem-sucedido, mas aprendeu sozinho o grego, o hebraico e o latim. Anos depois, tornou-se missionário na Índia. Enfrentou dificuldades, a morte de um filho, os problemas de saúde mental de sua esposa e a falta de resposta daqueles a quem serviu.

  • Treinamento interno
    by Jennifer Benson Schuldt on 27/07/2021 at 04:00

    A gerente solicitou um relatório por escrito dos zeladores de seu hotel. Todos os dias, ela queria saber quem limpava cada cômodo, quais quartos não tinham sido tocados e quanto tempo os funcionários investiam em cada ambiente. O primeiro relatório “diário” chegou uma semana depois, parcialmente concluído.

  • Coisas inteiras de novo
    by Winn Collier on 26/07/2021 at 04:00

    No documentário “Um retrato de Wendell Berry: Olhe e veja”, Berry falou sobre como o divórcio descreve o nosso mundo. Estamos divorciados um do outro, da nossa história, da terra. Coisas que deveriam estar inteiras são separadas. Questionado sobre isso, Berry afirmou: “Não podemos colocar tudo de volta. Pegamos apenas duas coisas e as colocamos juntas. Duas coisas quebradas tornamos uma novamente”.

  • Apenas um sopro
    by Alyson Kieda on 25/07/2021 at 04:00

    Roberta trouxe-me a dura realidade da morte e brevidade. Minha amiga de infância tinha apenas 24 anos quando um trágico acidente ceifou a vida dela. Roberta crescera numa família disfuncional e parecia que estava seguindo em frente. Era recém-convertida em Jesus. Como a vida dela poderia terminar tão cedo?